Author: ifrs

Resultados da etapa classificatória da Copa Rio Info de Algoritmos (CRIA)

A SBC, como apoiadora oficial da Copa Rio Info de Algoritmos (CRIA), traz para você os resultados da etapa classificatória que ocorreu 10 de junho.
 
Dentre os 453 alunos que participaram ativamente da etapa, 58% tiveram nota igual ou superior a 50 e vão receber certificados de participação na competição.
 
Acesse o resultados aqui.
 
 

Ao longo de suas 4 edições, a Copa Rio Info de Algoritmos (CRIA) tem desenvolvido a tarefa de atrair e estimular jovens do ensino médio/técnico a buscar uma carreira na área das Tecnologias da Informação e Comunicação – TICs.

O objetivo principal da CRIA é estimular o aprendizado e a qualificação dos futuros profissionais de programação e reconhecer as escolas e professores que abraçam este desafio. Quando possível, a organização da CRIA procura divulgar a iniciativa para empresas interessadas em oferecer aos competidores uma oportunidade de estágio/emprego.

Escolas de todo o Brasil, seja do ensino público ou privado, são convidadas a inscrever seus alunos para participar da etapa classificatória. Os melhores colocados têm suas despesas pagas para a viagem ao Rio de Janeiro e, durante o Rio Info, disputar a grande final.

Fonte: sbc
Link: Resultados da etapa classificatória da Copa Rio Info de Algoritmos (CRIA)

Aplicativo do Google transforma seu smartphone em um laboratório portátil

Fonte: tecmundo Aplicativo do Google transforma seu smartphone em um laboratório portátil

Science Journal permite utilizar os sensores do celular para criar experiências científicas

O Google anunciou esta semana o lançamento do Science Journal, um aplicativo para Android que promete transformar qualquer smartphone em um laboratório portátil. A ferramenta indicada tem como foco ensinar crianças a utilizar os sensores dos aparalhos para criar experiências científicas.

De acordo com o anúncio oficial, “o Science Journal é uma ferramenta de ciências para seu smartphone. Use os sensores do seu telefone ou conecte-o a sensores externos para fazer experimentos no mundo ao seu redor. Organize suas ideias em projetos, faça previsões, anotações e colete dados de diferentes testes, depois registre e analise os resultados”.

Leia mais…

Como a tecnologia mudará o futuro do trabalho

Fonte: Como a tecnologia mudará o futuro do trabalho

Estima-se que 65% das crianças que hoje entram nas escolas, provavelmente irão trabalhar em funções que atualmente não existem.

Todas as mudanças tecnológicas que já estão impactando o trabalho representam apenas um vislumbre do que iremos ter nos próximos 15 a 20 anos. Mas, especialistas esperam que o ritmo das mudanças comece a acelerar a partir de 2020.

Funções de escritório e administrativas, bem como de fabricação e de produção, vão sofrer fortes declínios, afetando mais de seis milhões de postos de trabalho ao longo dos próximos quatro anos. Por outro lado, funções na área comercial, financeira e computacional irão aumentar.

O driver central para muitas destas transformações é o avanço da tecnologia, como a inteligência artificial, a impressão 3D, a robótica e a produção com utilização sustentável dos recursos.

Ao mesmo tempo, as novas tecnologias irão criar novas funções e permitir trabalhos remotos e espaços de co-working. Os avanços na tecnologia móvel e em nuvem que permitem o acesso remoto e instantâneo são apontados como o driver tecnológico mais importante dessa mudança, permitindo a rápida disseminação de modelos de serviços com base na Internet.

o futuro do trabalho

Tradução de O Futuro das Coisas (crédito: World Economic Forum)

 

Vale a pena refletir sobre como seria esse futuro do trabalho.

Nosso futuro local de trabalho pode não ser um escritório, mas áreas de trabalho interligadas e não vinculadas a um só lugar, mas a muitos lugares. Esses locais terão conferência virtual, conexão permanente e portabilidade.

Utilizando o Big Data, com informações do trânsito em tempo real, vamos conseguir reduzir o tempo de deslocamento entre casa-trabalho-escola-etc.

“A Quarta Revolução Industrial” permitirá modelos de negócios disruptivos, que descentralizam as economias, enquanto iremos expandir para uma economia de compartilhamento. Ativos de propriedade pessoal, como carros, vagas de garagem e quartos, irão diversificar as fontes de receitas das pessoas. Não é por acaso que ao longo de três anos, a Airbnb oferece mais acomodações do que algumas das maiores cadeias de hotéis.

Airbnb

Estes modelos de negócios disruptivos irão fundamentalmente remodelar a forma como fazemos negócios, tanto individualmente quanto para as empresas.

Essas mesmas tecnologias podem nos ajudar a encontrar soluções para alguns dos maiores desafios que atualmente enfrentamos, como as mudanças climáticas. Casas conectadas, fábricas e fazendas, que utilizam sistemas inteligentes de gestão de energia podem reduzir drasticamente o consumo de energia, o que contribuiria para a “descarbonização” das economias.

O que será absolutamente decisivo é como iremos preparar nossos filhos, nossos alunos e nossos colegas para que aproveitem o poder desta tecnologia para transformar o nosso mundo para melhor. Isso significa:

1- Garantir que as escolas preparem as crianças e os adolescentes para o futuro.

2- Dar incentivos para a aprendizagem contínua em sintonia com o ritmo do avanço tecnológico.

3- Reinventar o setor de RH, equipando-o para avaliar e preparar continuamente os funcionários.

4- Garantir que as gerações atuais e futuras não sejam deixadas para trás na corrida global das competências digitais.

Só assim conseguiremos revolucionar a forma como vivemos e trabalhamos de uma forma que evite as vicissitudes das revoluções industriais anteriores, e sim criando novas oportunidades econômicas que não tínhamos imaginado antes.

O post Como a tecnologia mudará o futuro do trabalho apareceu primeiro em O Futuro das Coisas.

Brasileiros criam plataforma para concorrer com o Google Drive

Fonte: tecmundo Brasileiros criam plataforma para concorrer com o Google Drive

Serviço de armazenamento na nuvem tem foco em segurança e opera de acordo com o Marco Civil da Internet

Não é preciso ir até o Vale do Silício, na Califórnia, para encontrar exemplos de inovação no mundo da tecnologia. Um deles vem do Distrito Federal. Ao lado de dois sócios, o empreendedor brasiliense Bruno Kenj desenvolveu a Owl Docs, uma empresa que oferece serviços de armazenamento de arquivos em nuvem, com foco em segurança e privacidade de dados.

Um dos diferenciais para serviços como Dropbox e Google Drive é que o serviço é 100% brasileiro, mantendo todos os dados no Brasil e obedecendo a legislação local – diferente do que acontece com os serviços de sincronismo de arquivos, que contam com datacenters, normalmente localizados nos Estados Unidos. 

Leia mais…

Homologação preliminar do resultado das eleições para coordenadores de cursos – IFRS – Ibirubá

O presidente da Comissão Eleitoral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul ? Campus Ibirubá, no uso de suas atribuições legais, conforme Portaria de 05 de abril de 2016 do Campus Ibirubá, torna pública a homologação preliminar do resultado das eleições para os cargos de coordenadores de cursos técnicos e superiores, conforme Edital 28, de 29 de abril de 2016.

Acesse os Resultados

 

Fonte: http://ibiruba.ifrs.edu.br/site/conteudo.php?cat=1&sub=1907

Na onda de São Paulo: Nova York ganha os primeiros ônibus com WiFi e USB

O governador Andrew Cuomo anunciou que 70 ônibus com WiFi e portas USB começarão a circular na cidade de Nova York ainda neste ano. A ideia é modernizar a frota até 2019

Pela primeira vez na história moderna da cidade de Nova York, os ônibus da cidade serão equipados com WiFi e portas USB para que os passageiros carreguem seus dispositivos mobile enquanto enfrentam o caos da cidade grande. Os primeiros veículos (por enquanto, são apenas 70) vão circular no bairro do Queens.

Parece que a promessa do governador Andrew Cuomo foi cumprida, já que o político havia dito no mês passado que pretendia atualizar a frota dos ônibus da cidade. Os carros contarão com conexão WiFi, 55 portas USB e alguns painéis de LED para anunciar próximas paradas, avisos e informações sobre transferências (similar ao que muitos metrôs e trens fazem), tudo gratuito.

Leia mais…

—————————-
Fonte: tecmundo
Link: Na onda de São Paulo: Nova York ganha os primeiros ônibus com WiFi e USB

Google cria patente para um carro que gruda nas pessoas para evitar acidentes. É bizarro demais ou apenas genial?

O Google tem um plano: fazer com paremos de dirigir automóveis. A ideia é criar um carro que se auto-dirija, com um controle de inteligência artificial que cometa menos erros que os humanos, desta forma acontecendo menos acidentes. Mesmo assim, acidentes ainda podem acontecer. E agora o Google está desenvolvendo uma patente que pode ser […]

—————————-
Fonte: Infosfera
Link: Google cria patente para um carro que gruda nas pessoas para evitar acidentes. É bizarro demais ou apenas genial?