Projetos 2018

 

Título: Acompanhamento ao Ensino de Computação: Monitoria, Nivelamento e Atividades de Estímulo ao Discente
Tipo: Ensino
Descrição: O projeto visa um acompanhamento dos estudos para os alunos do curso Superior em Ciência da Computação do IFRS Câmpus Ibirubá. Na perspectiva do aluno monitorado, o projeto visa atendê-lo da melhor maneira possível, no auxílio na resolução de problemas relacionados aos conteúdos de disciplinas que historicamente apresentam um alto índice de retenção, o que produz melhoria no aprendizado através do estabelecimento de práticas e experiências pedagógicas que permitam a interação dos alunos com o corpo docente e discente da instituição. Esta interação tem como objetivo estimular os alunos para aprimorarem seus conhecimentos, com isto, diminuir o número de evasão nos cursos tecnológicos, problema causado principalmente pela dificuldade nas disciplinas específicas de Programação de Computadores e disciplinas relacionadas a área de Matemática.
Tiago Rios da Rocha – Coordenador
Ana Dalcanal – Bolsista
Gabrieli Brais – Bolsista

Título: Desenvolvimento de um sistema especialista para classificação de pacientes asmáticos
Tipo: Pesquisa
Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver um sistema especialista para classificação de pacientes asmáticos quanto à gravidade. Para cada paciente asmático, o sistema irá atribuir uma das classes definidas pela equipe da Clínica CIEMP. A partir dessa categorização, o sistema irá recomendar, para o médico, exames, previsão de retorno, tratamentos e práticas. Essa recomendação irá auxiliar o médico na tomada de decisão.
Edimar Manica – Coordenador
Rafael Muller Gruhn – Bolsista
Lisiane Reips – Estagiária

Título: IbiAlert: Uma ferramenta automática para estimar a evapotranspiração de referência a partir de dados Web
Tipo: Pesquisa
Descrição: Este projeto tem como objetivo a criação de uma ferramenta Web automática, denominada IbiAlert. Essa ferramenta visa estimar a Evapotranspiração de Referência para sete dias futuros a partir de dados da Web. Essa estimativa é estratégica para agricultores, uma vez que contribui para o gerenciamento da irrigação e para a maior eficiência na utilização dos recursos naturais e demais insumos agrícolas.
Edimar Manica – Coordenador
Arthur Teixeira de Assunção – Bolsista

Título: Um Estudo sobre as Práticas da Indústria de Software de Ibirubá/RS
Tipo: Pesquisa
Descrição: Este projeto tem como objetivo desenvolver um estudo sobre a indústria de software de Ibirubá/RS. O estudo será realizado através de uma pesquisa baseada em questionários explorando a demografia, as práticas de desenvolvimento de software e os riscos associados à indústria de software ibirubense. Os resultados desse estudo podem contribuir para a diversidade da pesquisa sobre práticas em engenharia de software e para fornecer dados aos coordenadores e professores dos cursos Técnico em Informática e Bacharelado em Ciência da Computação do IFRS – Campus Ibirubá.
Edimar Manica – Coordenador
Emanuel de Lara Ruas – Bolsista

Título: Oficinas de Moodle para Docentes e Discentes
Tipo: Ensino
Descrição: Este projeto será um conjunto de oficinas a serem ofertadas para os professores e alunos do IFRS – Campus Ibirubá com o objetivo de promover a utilização do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle.
Edimar Manica – Coordenador
Henrique Gundlach Lacerda – Bolsista
Isabel Prediger – Bolsista

Título: Funny Code
Tipo: Extensão
Descrição: O ensino de tecnologia no currículo escolar tem sido tão importante quanto o ensino das disciplinas curriculares. Isto ocorre devido aos avanços tecnológicos que tem ocorrido de maneira extremamente rápida nos últimos anos. Estes avanços têm impactado principalmente o mundo do trabalho e refletindo nas escolas, diretamente na formação dos alunos. Diante disso, diversos países têm incluído em seus currículos escolares o ensino de tecnologias, porém isto não é unanimidade, principalmente no Brasil. Neste contexto, este projeto tem por objetivo o ensino de tecnologias em escolas públicas da região do Alto Jacuí, ofertando como uma atividade extracurricular. Durante o desenvolvimento do projeto serão abordados assuntos, tais como programação de computadores e robótica. Por fim, objetiva-se que os alunos obtenham conhecimentos tecnológicos que possam ajudar nos estudos e na sua vida, bem como possibilite a melhora do desempenho destes nas disciplinas que utilizam raciocínio lógico. O projeto visa além de levar conteúdos que não são trabalhados no ensino básico de escolas públicas, proporcionar aos alunos bolsistas do projeto a oportunidade de ter uma experiência com o ensino diferente da qual tiveram até o momento. Outro fator importante é a divulgação do Instituto Federal nas escolas da região, bem como a consolidação do mesmo como uma instituição de ciência, tecnologia e educação.
Ronaldo Serpa da Rosa – Coordenador
Roger Hoff Lavarda – Colaborador
Iuri Albanês – Colaborador
Gabriel Míssio da Silva – Bolsista
Rafael Lauxen – Voluntário
Lucas Benini – Voluntário

Título: Geek MakerLab
Tipo: Pesquisa
Descrição: Os modelos de educação tradicionais estão cada vez mais ultrapassados em relação às novas gerações de estudantes e as tecnologias contemporâneas. Diante disso, a cultura Maker tem contribuído significativamente para o aprimoramento destes modelos, por meio da valorização da prática e da experimentação, de mais execução e menos teoria, proporcionando um aprendizado mais significativo para os alunos. Neste sentido, este projeto tem como objetivo principal a implantação de um laboratório Maker no IFRS – Campus Ibirubá, bem como introduzir ao conhecimento dos alunos e professores das comunidades internas e externas os conceitos básicos sobre a cultura Maker e como a mesma pode contribuir no processo educacional. Por fim, espera-se desenvolver nos alunos as capacidades de criação e inovação, trabalho em grupo e resolução de problemas. No que tange os professores, o objetivo principal é demonstrar mais uma ferramenta de auxílio ao ensino para os mesmos utilizarem em suas aulas.
Ronaldo Serpa da Rosa – Professor – Coordenador do Projeto Fábio Max Geschwind – Ciência da Computação – Bolsista Roger Hoff Lavarda – Professor – Colaborador Iuri Albanês – Professor – Colaborador

Título: Formação Acadêmica Complementar: Ações em loco no curso de Bacharelado em Ciência da Computação
Tipo: Ensino
Resumo: A formação acadêmica complementar é o processo educativo, cultural e científico que, articula-se ao ensino de forma indissociável, viabiliza a relações transformadoras entre a universidade e mercado de trabalho por exemplo, ou com pesquisas avançadas que estão em desenvolvimento, muitas das quais os professores não tem condições de acompanhar. As atividades de formação complementar como eventos e minicursos assumem um papel de grande importância no processo da comunicação científica, fomentando o desenvolvimento da Ciência, bem como atuam no aperfeiçoamento e na qualificação de recursos humanos. Nesse contexto, este projeto visa fomentar o desenvolvimento de minicursos, palestras, workshops, mesas redondas dentre outros, na área de Ciência da Computação, busca com isso complementar a formação do acadêmico, trazendo em suas temáticas tecnologias novas e diferenciadas, assim como evidenciar elementos significativos do mercado de trabalho, que são importantes para os alunos, que muitas vezes não há tempo somente com os períodos disponíveis em sala de aula, para que os professores consigam permear todas essas questões, e ainda lecionar todo o conteúdo que é programado para sua disciplina.
Vanessa Faria de Souza – Coordenadora
Lisiane Reips – Bolsista
Lestaf Santiago – Bolsista

Título: Robótica Educacional como Incentivo ao Estudo de Ciências
Tipo:
Ensino
Resumo:
Atualmente é crescente a utilização de tecnologias de informação e comunicação, tais como objetos de aprendizagem e robótica, para auxiliar o processo de ensino e aprendizagem. A robótica educacional, especialmente, tem provado despertar interesse nos alunos, por permitir manuseio físico e participação ativa no processo de desenvolvimento de projetos. O presente projeto de pesquisa propõe integrar os graduandos de Licenciatura em Matemática e Ciência da Computação do IFRS – Campus Ibirubá para realizarem juntos análises e desenvolverem procedimentos para o ensino aprendizagem de ciências (matemática e física em especial) utilizando-se dos recursos da Robótica Educacional, motivando alunos com esse formato diferenciado de ensino. Os procedimentos serão aplicados a alunos do ensino médio como meio de validação dos mesmos. Desta forma ao mesmo tempo em que o projeto oferece um campo de estágio, incentivando os futuros licenciados e cientistas da computação, promove o interesse pelo estudo de ciências entre participantes do projeto, levando-os a cursar o ensino superior e promovendo a elevação do nível sócio-econômico.
Vanessa Faria de Souza – Coordenadora
Lucas Shoor – Bolsista

Título: Movimento Maker: Uma proposta Educacional com Robótica de baixo custo
Tipo: Pesquisa
Resumo: O Movimento Maker está relacionado com a proposta de aprendizado baseado na autonomia (faça você mesmo) e criatividade. Esse movimento explora o exercício da criatividade, o trabalho em equipe, a postura empreendedora e o desenvolvimento da capacidade de inovação que são aspectos importantes na formação. Complementando essa informação, o uso de novas tecnologias é crescente em qualquer área, assim como dentro das instituições de ensino e a robótica educacional tem mostrado notáveis progressos em uma diversidade de ambientes. Apesar da utilidade e da versatilidade dessa ferramenta ela ainda não é utilizada em larga escala em nosso país. Este fato ocorre, principalmente, devido ao alto custo do equipamento. Diante desse problema, surgiu a robótica educacional de baixo custo, que se utiliza de sucatas de equipamentos de informática antigos, assim como a plataforma de prototipagem eletrônica de hardware livre e de placa única como é o caso do Arduíno. Neste contexto, este projeto visa empregar os fundamentos do Movimento Maker e suas possibilidades educacionais, em oficinas de robótica educacional de baixo custo, promovendo a construção de soluções inovadoras ante a situações problemáticas que irão ser instigadas a partir de temas geradores como sustentabilidade, recursos ambientes, preservação dentre outros. Pretende-se dessa forma gerar protótipos e produtos que possam ser aplicados como soluções para problemáticas reais.
Vanessa Faria de Souza – Coordenadora
Diana Braats – Bolsista

Título: Fábrica de Software
Tipo: Ensino
Resumo: O projeto Fábrica de Software tem como objetivo capacitar os alunos da turma de 3º Ano do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do IFRS – Campus Ibirubá a desenvolver sistemas Web na linguagem Python. Essa capacitação seguirá a abordagem Learning by Doing (Aprenda fazendo), onde os participantes irão aprender a linguagem Python desenvolvendo um software para resolução de problemas reais do mercado, que atualmente são realizados exclusivamente através de processos manuais.
Rogers de Pelle – Coordenador
Edimar Manica – Colaborador
Ronaldo Serpa – Colaborador
Athirson Lamonato – Estagiário
Eduardo Huther – Estagiário
Página: github.com/ifrs-dev

Título: Avaliação de Acessibilidade em Software Educativo: Uma visão do usuário deficiente
Tipo: Ensino
Resumo: Este projeto visa realizar a aplicação do método de avaliação prospectiva, para verificação de acessibilidade dos software educacionais utilizados em sala de aula no Campus ibirubá do IFRS (Instituto Federal do Rio Grande do Sul). Para isso será elaborado um questionário baseado no checklist de usabilidade e acessibilidade do LabIUtil (Bastien e Scapin (1993), e de acessibilidade de Cybis (2000). A avaliação dos softwares será feita por meio de questionário, o qual será adequado a linguagem do usuário deficiente, este instrumento de pesquisa será aplicado aos alunos com necessidades educacionais especiais que estudam no Campus ibirubá.
Vanessa Faria de Souza – Coordenadora
1 Bolsista

Título: Implantação do Moodle no Instituto Estadual de Educação Nossa Senhora Imaculada
Tipo: Extensão
Resumo: Este projeto tem como objetivo implantar o Moodle no Instituto Estadual de Educação Nossa Senhora Imaculada e capacitar docentes e discentes desse instituto para utilizá-lo. Após a implantação do Moodle, um conjunto de oficinas será ofertado para os professores e alunos do Instituto Estadual de Educação Nossa Senhora Imaculada com o objetivo de promover a utilização do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle. As oficinas para os docentes têm como objetivo apresentar os recursos desse AVA para disponibilização de materiais e atividades, avaliação, bem como as ferramentas de comunicação e compartilhamento a fim de que o professor possa fazer a mediação da aprendizagem. As oficinas para os discentes têm como objetivo capacitar os alunos a acessar materiais, enviar atividades e utilizar as ferramentas de comunicação e compartilhamento. As oficinas seguirão a abordagem Learning by doing (Aprenda fazendo).
Jefferson James Cunha de Souza – Coordenador
Edimar Manica Dedicação exclusiva – Colaborador
João Vítor Batistella – Voluntário
Lucas Lammel – Voluntário
Márcia Denise Locatelli Orth – Voluntário